23/07/2024 +55 (83) 98773-3673

PolĂ­tica

Andre@zza.net

Possível maracutaia suspensa, diz oposição sobre megalicitação da Secom

Por Blog do Elias Hacker 11/07/2024 às 14:10:47

Deputados de oposição comemoraram a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) de suspender a megalicitação de R$ 197 milhões feita pelo órgão para gestão das redes sociais do governo Lula.

O deputado federal Marcel Van Hatten (Novo-RS) declarou que "técnicos do tribunal jĂĄ haviam identificado indícios de graves irregularidades" no certame. "Mais uma possível maracutaia multimilionĂĄria do PT estĂĄ suspensa".

Deputados de oposição comemoraram a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) de suspender a megalicitação de R$ 197 milhões feita pelo órgão para gestão das redes sociais do governo Lula.

O deputado federal Marcel Van Hatten (Novo-RS) declarou que "técnicos do tribunal jĂĄ haviam identificado indícios de graves irregularidades" no certame. "Mais uma possível maracutaia multimilionĂĄria do PT estĂĄ suspensa".

JĂĄ o líder da oposição na Câmara, Filipe Barros (PL-PR), afirmou que a "decisão confirma uma série de suspeitas e denúncias que havíamos apontando hĂĄ mais de dois meses".

"Essa megalicitação era o braço financeiro das milícias digitais petistas que nós estamos denunciando. É uma montanha de batom na cueca do governo Lula", declarou o parlamentar.

O senador FlĂĄvio Bolsonaro (PL-RJ) disse, por sua vez, que essa foi uma "vitória da transparĂȘncia". "Vamos ser sempre uma barreira para essa mĂĄquina de propaganda e fakenews do governo Lula, ainda mais com esses cambalachos que foram expostos", declarou.

"[A suspensão da licitação] É um passo crucial que reconhece a possibilidade de desvio de finalidade e instrumentalização do gabinete de perseguição do PT a seus críticos! Seguiremos firmes na defesa da liberdade de expressão e na luta contra o autoritarismo", complementou o senador licenciado Rogério Marinho (PL-RN).

Como registramos, o Tribunal de Contas da União decidiu suspender a megalicitação da Secom de R$ 197 milhões para a contratação de uma empresa de comunicação e gestão de redes sociais.

Na decisão, o ministro relator do caso, Aroldo Cedraz, afirmou que a antecipação do resultado da megalicitação por O Antagonista é um fato de "extrema gravidade".

"Ainda que seja relevante perquirir a presença do perigo na demora reverso, como sinalizado pela unidade, tenho que os fatos narrados nesta representação, por si só, revestem-se de extrema gravidade e demandam atuação imediata desta Corte a fim de evitar que se concretize contratação possivelmente eivada de vício insanĂĄvel, ou mesmo por fato típico a ser apurado na esfera competente", diz o ministro no despacho.

Em sua manifestação, o magistrado também determina a realização de oitivas e que, em 15 dias, a Secretaria de Comunicação da PresidĂȘncia da República se manifeste sobre os indícios de irregularidades indicados no processo.

A Corte também solicitou ao governo federal que se manifeste sobre instrumentos de controle previstos para "mitigar o risco de desvio de finalidade na execução dos contratos" que serão oriundos dessa megalicitação da Secom.

Em parecer preliminar, a ĂĄrea técnica do TCU apontou indícios de irregularidades na megalicitação. No parecer, os auditores identificaram elementos que levantam a tese de que houve vazamento antecipado do certame, o que pode indicar, segundo os auditores, a possibilidade de direcionamento do procedimento licitatório.

A investigação chegou ao TCU por meio de representações instauradas por parlamentares do Novo e por integrantes da oposição como os senadores FlĂĄvio Bolsonaro (PL-RJ), Rogério Marinho (PL-RN) e o deputado Gustavo Gayer (PL-MG).

O resultado da megalicitação foi antecipado por O Antagonista em 23 de abril, um dia antes de ela ter sido realizada por meio de uma mensagem cifrada no X – antigo Twitter (post abaixo). As quatro primeiras colocadas do certame foram justamente aquelas adiantadas por este site: Moringa, BR Mais Comunicação, Área Comunicação e Usina Digital. A Moringa teve 91,34 pontos; a BR 91,17 pontos, a Area 89 pontos e Usina 88,16 pontos.

Depois que o resultado foi divulgado, a Moringa e a Área Digital depois foram desqualificadas por falhas documentais.


Fonte: agoranoticiasbrasil.com.br

Comunicar erro
ComentĂĄrios