14/06/2024 +55 (83) 98773-3673

PolĂ­tica

Andre@zza.net

André Esteves: Chegou ao limite o aumento da carga tributária

Por Blog do Elias Hacker 10/06/2024 às 07:02:35

O presidente do conselho BTG, André Esteves, afirmou que o Brasil chegou ao seu limite de aumento da carga tributĂĄria. De acordo com ele, o estresse de empresĂĄrios com o governo Luiz InĂĄcio Lula da Silva (PT) sinaliza nesse sentido.

As declarações ocorreram neste sĂĄbado (8), durante o Fórum Anual do Grupo Esfera. Na ocasião, Esteves iniciou sua anĂĄlise elogiando o Ministério da Fazenda.

– Quero tecer um elogio ao Ministério da Fazenda pela obstinação de entregar um quadro fiscal equilibrado. O que não é simples. Principalmente pela compreensão de que a gravidade é de cima para baixo. Finanças públicas equilibradas significam juros de equilíbrio neutro baixos. Finanças públicas equilibradas significam juros de equilíbrio neutro baixos. Eu acho que o Ministério da Fazenda compreendeu isso de uma maneira muito clara e tem perseguido isso – disse ele.

Contudo, Esteves advertiu que para alcançar o equilíbrio fiscal é necessĂĄrio que trabalhar também do lado da otimização dos nossos gastos.

– O estresse das últimas semanas e os discursos um pouco mais calorosos do lado empresarial significam uma coisa muito importante: o mercado, que é toda a sociedade se expressando através dos preços, estĂĄ sinalizando que chegou ao limite o aumento da carga tributĂĄria. De um jeito ou de outro, estamos chegando lĂĄ. O que significa que, se a gente quer chegar no equilíbrio fiscal, a gente precisa trabalhar também do lado da otimização dos nossos gastos – assinalou.

O presidente do conselho do BTG disse ainda que "às vezes tem que tirar um pouco a bola do debate político, do calor ideológico e simplesmente concentrar na racionalidade".

Para Esteves, o Brasil estĂĄ, atualmente, "muito melhor que qualquer outro momento da história" devido a reformas que tĂȘm sido feitas ao longo dos últimos anos. Ele citou como exemplo a Reforma Trabalhista, Reforma da PrevidĂȘncia, uma série de conceções, privatizações importantes, independĂȘncia do Banco Central, entre outros fatores.

– Nós estamos nos afogando em um copo d"ĂĄgua, né? Estamos botando o nariz dentro do copo d"ĂĄgua e achando que estamos no meio do Oceano Pacífico. Nós não estamos. Mas temos que entender quais são os limites, e trabalhar com eles. Esse tipo de debate só enriquece – concluiu.

CRÍTICA DE RUBENS OMETTO
No mesmo evento, o presidente do conselho do conglomerado Cosan, Rubens Ometto, criticou severamente a gestão do presidente Luiz InĂĄcio Lula da Silva (PT) no Fórum Anual do Grupo Esfera, neste fim de semana.

Embora tenha doado uma quantia milionĂĄria ao Partido dos Trabalhadores (PT) no ano das eleições de 2022, Ometto disse que o governo tem desrespeitado o espírito das leis aprovadas pelo Congresso e adotado estratégias que aumentam agressivamente a arrecadação de impostos "pelas bordas" para ampliar os gastos públicos.

– Eles estão mudando as normas e as regulamentações para arrecadar mais. Uma lei é publicada de um jeito e depois soltam normas para te morder e para te autuar. Isso aconteceu com as mudanças das regras do Carf, com a mudança do crédito presumido do IPI, com a mudança dos créditos do PIS/Cofins e com a desoneração da folha. Eles estão preocupados em morder e estão fazendo isso. E quando vocĂȘ faz isso vocĂȘ desrespeita a lei e cria um péssimo exemplo – avalioi.

Fonte: agoranoticiasbrasil.com.br/

Comunicar erro
ComentĂĄrios