30/05/2024 +55 (83) 98773-3673

Geral

Andre@zza.net

Ex-casal gay é preso por estuprar e contaminar crianças com HIV

Dupla responderá pelos crimes de estupro de vulnerável e exploração sexual na modalidade de pornografia infantil

Por Blog do Elias Hacker 15/05/2024 às 16:06:16

Polícia Civil realizou operação contra homens que abusavam de crianças e transmitiam HIV Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM // Divulgação/PC-AM

Um ex-casal homossexual foi preso em Manaus, capital do Amazonas, na última sexta-feira (10), acusado de estuprar crianças e adolescentes e contaminá-los com o vírus HIV. Os homens, de 21 e 31 anos, chegavam a compartilhar informações sobre preferências por crianças e também conteúdo de pornografia infantil.

– Sendo pessoas que convivem com o vírus HIV, eles intencionalmente faziam a transmissão desse vírus para crianças em situações de abuso (…). Eles falavam a sua preferência por crianças, quanto mais novas, melhores – disse a delegada Joyce Coelho, da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

A delegada informou que as investigações que resultaram na prisão da dupla tiveram início há dois anos, quando chegou ao conhecimento da polícia uma denúncia anônima oriunda de uma assistência técnica de celulares. Na ocasião, uma pessoa relatou que em um aparelho celular havia uma conversa entre dois homens que admitiam a prática de estupros e abusos.

– Na época, a gente não pôde concluir a investigação, porque o celular não foi encontrado para ser apreendido. O que havia eram alguns prints que a suposta assistência técnica teria feito – lembrou a delegada.

A apuração foi retomada em dezembro do ano passado, após a Polícia Federal receber a mesma denúncia. Na nova fase das investigações, a polícia conseguiu identificar os dois homens que teriam praticado os abusos. Além das prisões, a polícia apreendeu aparelhos celulares e outros objetos com armazenamento de mídias.

Os dois agora responderão na Justiça pelos crimes de estupro de vulnerável e exploração sexual na modalidade de pornografia infantil.

Fonte: Pleno News

Comunicar erro
Comentários