12/06/2024 +55 (83) 98773-3673

Beleza

Andre@zza.net

Miss Itália não permitirá competidores transgêneros

Por Redação 22/07/2023 às 08:03:22

A competição Miss Itália não permitirá que mulheres transgêneros participem, com seu patrocinador afirmando que as concorrentes "devem ser mulheres desde o nascimento", semanas após o Miss Holanda coroar sua primeira vencedora transgênero.

"Ultimamente, os concursos de beleza têm tentado chamar a atenção usando estratégias que considero um pouco absurdas", disse Patrizia Mirigliani, Patrocinadora Oficial do Miss Itália, em uma entrevista à Radio Cusano neste mês, conforme relatado pelo Il Primato Nazionale.

"Desde sua fundação, meu concurso estabelece em suas regulamentações que é necessário ser uma mulher desde o nascimento. Provavelmente porque, mesmo naquela época, se previa que a beleza pudesse sofrer modificações, ou que mulheres pudessem sofrer modificações, ou que homens pudessem se tornar mulheres", acrescentou Mirigliani, conforme relatado pelo Il Primato Nazionale.

Os comentários de Mirigliani surgem poucas semanas depois que o concurso Miss Holanda coroou sua primeira mulher transgênero vencedora, Rikkie Valerie Kollé. De acordo com a NPR, após sua vitória no concurso, Kollé representará seu país no concurso Miss Universo de 2023.

"EU CONSEGUI!!!!!" Kollé escreveu em uma postagem no Instagram em 9 de julho. "Sim, sou uma mulher transgênero e gostaria de compartilhar minha história, mas também sou a Rikkie e é isso que importa para mim. Fiz isso com minha própria força e aproveitei cada momento."

Ela acrescentou na legenda: "Onde quer que você esteja no mundo, quero estar lá para você e ser o exemplo que eu mesma não tive quando era pequena."

Segundo o Huffington Post Itália, Mirigliani disse que, embora estivesse feliz que o concurso Miss Holanda incluísse mulheres transgêneros, as regras do concurso na Itália não mudarão para permitir a participação delas.

Em 2012, o concurso Miss Universo anunciou que estava alterando suas regras para permitir que mulheres transgêneros competissem. "Temos uma longa história de apoio à igualdade para todas as mulheres e levamos isso muito a sério", disse a presidente do concurso Miss Universo, Paula Shugart, na época, segundo a Reuters.

O concurso Miss Universo de 2018 contou com a participação da primeira mulher transgênero, Angela Ponce, que anteriormente havia vencido o concurso Miss Espanha. "Isso é por você, por aqueles que não têm visibilidade, nem voz, porque todos nós merecemos um mundo de respeito, inclusão e liberdade… E hoje estou aqui, representando com orgulho minha nação, todas as mulheres e os direitos humanos", escreveu Ponce em uma postagem no Instagram na época.

Fonte: Gazeta Brasil

Comunicar erro
Comentários