23/07/2024 +55 (83) 98773-3673

SaĂșde

Andre@zza.net

Gordura no fígado: veja 7 sinais de alerta desta condição perigosa de saúde

Por Redação 10/07/2024 às 07:35:21

Reprodução/Clínica Vittá

O acúmulo de gordura nas células hepĂĄticas, conhecido no meio médico como esteatose hepĂĄtica, estĂĄ se tornando uma preocupação crescente de saúde pública no Brasil. Este fenômeno pode levar à inflamação crônica do fígado, com riscos significativos de evoluir para condições mais graves, como cirrose e câncer hepĂĄtico.

A prevalĂȘncia dessa condição é alarmante: estima-se que um quarto da população brasileira tenha alguma forma de gordura no fígado, com uma parcela desses casos correndo sério risco de complicações. No entanto, muitos dos afetados não estão cientes de sua condição, o que complica as estratégias de combate à doença.

Kateryna Kon/Biblioteca de Fotos Científicas/Getty Images

Como é Feito o Diagnóstico da Gordura no Fígado?

Segundo especialistas, o diagnóstico precoce é crucial para prevenir as sequelas da esteatose hepĂĄtica. O Dr. Marcos Pontes, da Clínica Evoluccy em Brasília, destaca a dificuldade em identificar a doença nas fases iniciais, jĂĄ que muitos pacientes não apresentam sintomas claros e específicos.


O que Provoca o Acúmulo de Gordura no Fígado?


Fatores como sedentarismo, obesidad e, uso de ĂĄlcool e até características hormonais, como o aumento na produção de estrogĂȘnio, podem contribuir significativamente para o desenvolvimento da esteatose hepĂĄtica. Curiosamente, a condição também pode ser vista em indivíduos magros ou que não consomem ĂĄlcool, mostrando a complexidade e a diversidade do problema.

Quais são os Sinais de Alerta?

  • Dores abdominais na região superior direita, onde se localiza o fígado;
  • Sentimento constante de cansaço e fraqueza;
  • Redução do apetite;
  • Aumento visível do volume do fígado;
  • Inchaço abdominal;
  • Dores de cabeça frequentes;
  • Dificuldades para perder peso.

Diante desses sintomas, é fundamental buscar orientação médica para realizar exames de imagem, como ultrassom de abdômen, e anĂĄlises que quantifiquem enzimas hepĂĄticas e ferritina no sangue.

Estratégias de Tratamento


Quando identificada precocemente, a esteatose hepĂĄtica pode ser gerenciada e até revertida com mudanças significativas no estilo de vida. A inclusão de uma alimentação equilibrada e a prĂĄtica regular de exercícios são os pilares para o tratamento. Raramente, hĂĄ necessidade de intervenção médica através de medicamentos.

Fonte: terrabrasilnoticias.com

Comunicar erro
ComentĂĄrios