30/05/2024 +55 (83) 98773-3673

Geral

Andre@zza.net

Frente fria reduz bloqueio e alivia calor no Centro-Sul; Rio Grande do Sul em alerta para queda nas temperaturas

Por Blog do Elias Hacker 14/05/2024 às 11:58:06

Divulgação: Inmet

Uma nova frente fria está avançando do Sul do país nesta terça-feira (14), o que pode resultar no enfraquecimento do bloqueio atmosférico que tem prevalecido sobre o Brasil desde o final de abril. Segundo os meteorologistas, essa massa de ar frio poderá proporcionar um alívio do calor no Centro-Oeste e no Sudeste e contribuir para uma diminuição temporária das chuvas no Rio Grande do Sul.

FLYADS

Apesar de sua força suficiente para induzir mudanças no cenário observado nas últimas semanas, a frente fria provavelmente não será capaz de romper totalmente o bloqueio, conforme explicou Fábio Luengo, meteorologista da Climatempo.

O bloqueio atmosférico tem sido crucial para manter as chuvas concentradas no Sul, impedindo o avanço das frentes frias para outras regiões do país. Localizado no Centro-Sul do país, este fenômeno tem mantido as instabilidades predominantemente no extremo Sul.

Com o enfraquecimento esperado, é provável que o calor no Centro-Sul e os temporais no Rio Grande do Sul diminuam por alguns dias. Contudo, a previsão indica que as temperaturas subirão novamente e as chuvas retornarão ao Sul até o final da semana.

Maria Clara Sassaki, especialista em meteorologia, menciona que a entrada de ar mais frio resultará em temperaturas mais baixas por aproximadamente dois ou três dias. Ela ressalta que algumas capitais do Sudeste e do Centro-Oeste poderão registrar as menores temperaturas do ano entre terça (14) e quarta-feira (15), como é o caso de São Paulo e Campo Grande.

Inicialmente, a previsão da Climatempo indicava que o bloqueio persistiria apenas até o início desta semana, mas as atualizações mais recentes sugerem que o fenômeno pode perdurar por pelo menos mais uma semana. Espera-se que uma frente fria mais intensa avance sobre o país mais para o fim do mês e possa eventualmente romper o bloqueio.

No Sul, com o avanço da frente fria, espera-se que o ar frio e seco atue com maior intensidade no Rio Grande do Sul na terça e quarta-feira. Antecipa-se que as temperaturas diminuam, com tempo firme em grande parte do estado.

De acordo com a Climatempo, a previsão para os próximos dias no Rio Grande do Sul é a seguinte:

– Terça-feira (14): Predomínio de sol em grande parte do estado, com nuvens na Serra Gaúcha, litoral norte e Grande Porto Alegre. Não há previsão de chuva, mas o frio será intenso, principalmente no amanhecer, com previsão de geada no sul do estado e mínimas próximas de 0°C.
– Quarta-feira (15): Prevê-se que seja o dia mais frio desta nova frente fria, com sol e temperaturas abaixo de 0°C em algumas regiões, além da possibilidade de geadas entre terça e quarta-feira.
– A partir de quinta-feira (16), uma nova circulação de ventos deve gerar novas áreas de instabilidade sobre o Rio Grande do Sul, resultando em chuvas no estado. Os volumes de chuva devem variar entre 50 e 100 milímetros.

Maria Clara também alerta que os ventos na região devem continuar soprando na direção contrária ao escoamento dos rios até quinta-feira, o que pode favorecer a manutenção das inundações.

No Sudeste, a nova frente fria também deve trazer alívio para o calor persistente nos estados da região. Em São Paulo, por exemplo, espera-se que o sistema favoreça condições de chuva na Grande São Paulo e no litoral nesta terça-feira. Na quarta-feira, o tempo ficará mais frio, com máxima prevista abaixo de 22°C.

No Rio de Janeiro, prevê-se chuva nesta terça-feira, porém, sem risco elevado de temporais. A quarta-feira deverá ser mais encoberta, com máxima próxima de 25°C.

Em decorrência das mudanças no tempo, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu quatro avisos meteorológicos que abrangem o Centro-Sul do país:

– Aviso de perigo potencial para geada, que abrange a região sudoeste do Rio Grande do Sul, com alerta para o risco leve de perda das plantações nesses locais, onde a temperatura mínima pode chegar a até 3°C.
– Aviso de perigo potencial para ventos costeiros, que abrange todo o litoral do Rio Grande do Sul e litoral sul de Santa Catarina, alertando para a possibilidade de ventos intensos na região litorânea.
– Aviso de perigo para declínio de temperatura, que inclui todo o estado do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, boa parte do Paraná e oeste do Mato Grosso do Sul, com alerta para quedas na temperatura superiores a 5°C.
– Aviso de perigo potencial para declínio de temperatura, que abrange o norte do Paraná, boa parte de São Paulo, região central do Mato Grosso do Sul e sul do Mato Grosso, com alerta para quedas entre 3°C e 5°C nas temperaturas.

Fonte: Gazeta Brasil

Comunicar erro
Comentários